Rua Costa Carvalho, 234, Pinheiros. São Paulo - SP faleconosco@antoniettasp.com.br
+ 55 11 3034-0937

Afinal, o que é izakaya?

Afinal, o que é izakaya?

Afinal, o que é izakaya? 

Os ambientes que viraram febre em São Paulo, são na verdade um boteco japonês. Descubra o significado e o que é izakaya. 

Quando você pensa em comida japonesa, pensa em ir a um restaurante? Que tal se aventurar num ambiente mais simples, barato e tão tradicional – ou até mais  –  quanto o de um restaurante japonês? Isso é possível nos izakayas, os botecos japoneses. Por serem poucos conhecidos no Brasil, vale a pena descobrir o que é izakaya: os estabelecimentos não oferecem os tradicionais combinados de sushi e sashimi. Neles, o sabor da vasta cultura japonesa chega em pequenas porções, de preparos variados, cujo objetivo é servir de acompanhamento ao saquê, shochus e cervejas.

A definição de boteco é a que mais se aproxima do que é izakaya. Mas, na verdade, o sentido é bem mais amplo e remonta a hábitos do período Edo (1603 a 1967). Naquele período havia lojas que só vendiam saquês. Eram as sakayas. Algumas delas serviam petiscos para acompanhar a degustação da bebida. Quando era esse o caso, as casas colocavam na porta o aviso “É permitido ficar e tomar saquê”, que é a origem semântica da palavra izakaya.

O que é Izakaya
Izakaya em Tóquio

O que os izakayas tinham em comum, além de ter o saquê como estrela principal, era o fato de serem negócios familiares. Eram lugares pequenos e simples, usados como ponto de encontro quase diário de amigos. Botecos e bares para descontrair com amigos após o dia no trabalho.

Esse modelo de izakaya ainda existe no Japão, mas hoje há também versões mais sofisticadas, montadas por jovens chefs japoneses que usam a variedade do menu de petisco, no lugar da tradição familiar, para atrair a clientela. Hoje estima-se que há cerca de 1,5 milhão de izakayas no Japão.

O Brasil, apesar de ter a maior colônia japonesa fora do Japão, tem poucas casas izakayas. Quem quiser conhecer uma delas tem de estar ou passar por São Paulo.

O arquiteto Jo Takahashi recebeu a missão de mapear os izakayas que temos por aqui. O resultado está no livro Izakaya – Por dentro dos botecos japoneses (Editora Melhoramentos). Nele, o autor conta a história dos poucos izakayas que temos e discorre sobre as diferenças entre os saquês e a mitologia em torno da criação da bebida alcoólica mais tradicional do Japão. Itadakimasu! (Bom Apetite!)

Vem botecar, como no Japão!

O que é Izakaya
O ambiente interno do Taka Daru, em Pinheiros

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0

Your Cart